Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Elvis não morreu, continua vivo e mora numa roulotte na Califórnia

O Elvis não morreu, continua vivo e mora numa roulotte na Califórnia, é um blog de música, de momentos, de memórias, de eventos, de acontecimentos, novidades e reportagem sobre música.

14
Dez15

Folhetim #5 - The man in black

Elvis

Vera tinha o desânimo estampado no rosto, a falta de coragem para sair do avião, a falta de coragem para enfrentar todos os que deixou para trás, a falta de força para se estabelecer e adaptar no destino convergia para os músculos da face e os seus olhos não conseguiam evitar as lágrimas.

Os seus pensamentos foram interrompidos por uma voz, que lhe disse: Desculpe estar a meter-me assim, parece-me bastante preocupada e triste, queria dizer-lhe que é nos momentos mais difíceis, nos momentos de maior provação, que nos tornamos mais fortes, que crescemos, que nos tornamos maiores e melhores seres humanos, é nesses momentos que estamos mais próximos de Deus. Vera sentiu-se surpreendida por aquelas palavras amáveis e de esperança, levantou os olhos, olhou para a sua direita. Sentado mesmo ao seu lado estava um homem, na casa dos 40 anos, o cabelo começava a ficar grisalho, tinha um sorriso nos lábios, um sorriso de certa forma inspirador, podia avaliar pela batina que era padre. Vera sentiu-se aliviada, pela condição daquele homem, seguramente sendo padre dali não vinham sarilhos. Respondeu-lhe: Mas eu não quero ser um maior e melhor ser humano, eu neste momento gostava de me sentir apenas humana. As palavras de Vera não abalaram o sorriso do Padre, que disse: eu não me apresentei, sou o padre Marco, vou a Roma para um encontro de famílias e para renovar a minha fé e é um mistério de Deus ficar sentado ao seu lado. Vera estava incrédula com a coincidência, a probabilidade de ficar sentada ao lado de um padre, num voo escolhido aleatoriamente era remota, impossível de prever ou definir. Sentiu uma enorme confiança naquele padre, resolveu apresentar-se: Sou a Vera, não consigo esconder que a vida não me anda a correr bem. Diria que anda mesmo a correr mal. Comprei este bilhete sem saber para onde ia e só agora que referiu Roma, fiquei a saber para onde vou. Estou a fugir. Estou a fugir de tudo e de todos, do que quero e do que não quero. Vou para Roma e por lá vou ficar, começar do nada, voltar à estaca zero.

O padre Marco ficou surpreendido com aquela afirmação, com o tom desesperado e sem esperança, tinha a certeza absoluta da missão que Deus lhe havia confiado ao senta-lo ao lado de Vera. Colocou-lhe a mão no ombro e disse: vejo que temos muito que conversar. Sou padre há 10 anos, dedico a minha vida a ajudar os outros, a dar-lhes esperança quando já não a têm. A mudar o prisma pelo qual se observam os problemas, para mais facilmente os ultrapassar, sou um simples padre, nada mais que conforto posso oferecer e sabe Vera, pressinto em si que é de conforto que necessita. Apertemos os cintos, temos 3 horas para conversar, espero poder ajuda-la, há na palavra de Deus uma força inabalável, que nos ajuda a superar tudo. Já comparou os seus problemas ao calvário de Jesus quando foi crucificado? Quando tenho problemas é isto que penso, é essa a comparação que faço, qual a dimensão do meu problema comparado com as chicotadas, pontapés, pedradas, insultos que Jesus sofreu a caminho da crucificação? Será que eu preferia estar no lugar de Jesus, sofrer o que ele sofreu em troca do meu problema? A conclusão a que chego é sempre a mesma, os meus problemas são migalhas e os seus também, Jesus morreu na cruz para nos mostrar isso mesmo, para que nos apercebamos sempre e a todo o momento onde estamos e com o que estamos a lidar. Vera, sentiu-se bem com as palavras do padre Marco, antevia uma viagem diferente do que alguma vez pensou vir a ter. Estava de certo modo feliz, com o seu companheiro de avião.

 

Madalena argumentou com João: vejo que está relutante, metade desta universidade fala de mim nas minhas costas sobre as coisas que me faziam se me pudessem comer e o João está aqui e agora, tem a oportunidade de satisfazer as minhas fantasias e fica simplesmente calado e parado?!?

João continuava indeciso, precisava daquela nota, para cumprir os todos requisitos para o programa Erasmus, esta era a sua oportunidade.

 

Playlist Janeiro 2016

Video playlist

O Elvis na rede

Já passou...

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Eu

foto do autor

Visualizações