Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Elvis não morreu, continua vivo e mora numa roulotte na Califórnia

O Elvis não morreu, continua vivo e mora numa roulotte na Califórnia, é um blog de música, de momentos, de memórias, de eventos, de acontecimentos, novidades e reportagem sobre música.

04
Dez15

Expectativa? Princípios?

Elvis

Todos nós temos expectativa sobre tudo. Seja sobre o tempo de espera do autocarro, ou sobre o paladar de uma refeição no restaurante mais falado da cidade, a verdade é que a todo o momento construímos e validamos expectativas sobre todo. As pessoas e as atitudes não fogem à teia de expectativas que criamos. Uma senhora grávida que entra no autocarro e vê um senhor levantar-se para lhe dar o lugar, possivelmente cumpre com a sua expectativa, ou inclusivamente pode sentir que foi superada. 

 É quase impossível não termos uma ideia pré concebida, sobre algo ou alguém, saber o que esperar de tudo o que acontece na vida. Em função de vários indícios e sinais vamos construindo a nossa expectativa, se estivermos a fazer um bolo temos a expectativa inicial de fazer o melhor bolo do mundo, mas depois, um ajuste nos ingredientes, um pouco de forno a mais, uma cobertura que fica com um ar esquisito, faz que ao olhar para o resultado final, a nossa expectativa baixe, olhamos ao bolo e pensamos é uma sorte se o bolo for comestível. No momento de validar a nossa expectativa, podem acontecer 3 coisas, cumpre a expectativa, o bolo come-se, mas não está nada de especial, está abaixo da expectativa, o bolo não está bom e não é comestível, ou supera a expectativa, apesar do aspeto, o bolo está delicioso. É muito agradável a sensação de vermos a nossa expectativa superada, sobretudo se à partida tivermos uma expectativa alta. Tudo isto é relativamente simples para um bolo, mas quando se fala de pessoas e do que esperar delas é tudo mais complicado. Por exemplo no caso de um filho, qualquer pai tem a expectativa do melhor para o seu filho, constatar que afinal, o seu filho afinal não é o última Coca-Cola do deserto e que é um pouco trapaceiro e batoteiro, é desanimador. É duro, os sentimentos não ajudam a encarar a realidade, mas a adequação da expectativa é necessária para evitar desilusões maiores, se à partida esperar menos dele, mais facilmente se surpreende agradavelmente. Nas relações acontece exatamente o mesmo, sendo que os sentimentos toldam ainda mais a vista, normalmente esperamos tudo do outro, esperamos que essa pessoa corresponda a 100% em tudo o que precisamos e desejamos. Na realidade ninguém encaixa a 100%, há sempre matéria em que a expectativa que criamos não é cumprida, diria que isto é absolutamente normal, o que já não é normal, é quando nos pedem para adequar a expectativa face a valores base da relação, como sendo a honestidade, sinceridade, verdade, fidelidade, cordialidade ou lealdade, isso sim é mais grave.  Neste capitulo não há expectativas baixas, nem altas, há uma expectativa de encaixe a 100%, estamos a falar de princípios. Perceber que não se encaixa a 100% no capitulo dos princípios, é por si só uma tremenda desilusão, primeiro porque em muitas ocasiões deparamo-nos com contradições e incoerências, com histórias mal contadas, com pouca pré disposição para explicar, como que numa tentativa de ludibria, fugir ao nosso juízo de valores. Segundo, porque com o passar do tempo, depois de decisões importantes terem sido tomadas, em face das evidencias, corremos o risco de ouvir da outra pessoa a assunção desse deficit “olha quanto a esse assunto a tua expectativa deve ser zero, tudo o que vier é bom”. Esse é o momento em que sabemos que ajuízamos mal, ainda que tudo seja possível, tudo seja admissível, as pessoas têm o direito de escolher o que querem para elas e com base nisso decidirem o que fazer, o que conseguem aceitar e o que é absolutamente indispensável. Uma coisa é certa, ninguém espera ouvir de quem gosta “olha quanto a sinceridade a tua expectativa deve ser zero, tudo o que vier é bom” não é o que se espera de quem se gosta! Não é o que projetamos no outro, não é o que por ventura que se quer para nós, certo é que se algumas destas inabilidades de princípios fossem conhecidas no inicio das relações, muitas delas acabariam antes de sequer começar, simplesmente porque não seria admissível. Não é uma questão de gestão de expectativas, é uma questão de princípios, e os princípios não se gerem, ou se tem ou não se tem!

 

Playlist Janeiro 2016

Video playlist

O Elvis na rede

Já passou...

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Eu

foto do autor

Visualizações